Coronel celebra 2 de Julho e diz que sair da crise com democracia é a Independência do Brasil contemporâneo

Presidente da Alba fez o cortejo histórico e disse confiar na coragem dos baianos para ajudar a tirar o país do atoleiro político-financeiro no voto.

Orgulhoso da Independência da Bahia (2 de Julho de 1823), como todo baiano, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Angelo Coronel (PSD), também se espremeu junto à multidão, no Largo da Lapinha, na manhã desta segunda-feira (2), para celebrar a data magna do Estado e a consolidação da Independência do Brasil do jugo português em solo baiano.

Coronel participou da cerimônia de hasteamento das bandeiras, no Pavilhão 2 de Julho, ao lado do governador Rui Costa, do prefeito de Salvador, ACM Neto, e do presidente da Câmara de Vereadores, Leo Prates. Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, e o ex-governador Jacques Wagner também integraram a solenidade cívica.

Coube ao presidente da Alba erguer o lábaro da Bahia. Em seguida, acompanhou o cortejo do Caboclo e da Cabocla até o Centro Histórico, junto a uma gama de personalidades da política baiana, refazendo o caminho das lutas contra a Coroa Portuguesa, travada por figuras históricas como Maria Quitéria, Joana Angélica, Índio Bartolomeu, Maria Felipa e outras.

Presidente do Legislativo estadual salientou o significado histórico da Independência da Bahia para o país e das celebrações do 2 de Julho como forma de levantar o orgulho do povo baiano.

 “Tenho certeza que a coragem histórica dos baianos, assim como foi há 195 anos, também irá protagonizar a independência do Brasil na contemporaneidade. Falo da retirada do país desta crise política e financeira, com o resgate da democracia e o respeito à Constituição Federal. Isso será possível com a arma do voto, dia 7 de outubro, com a eleição de um presidente da República afinado com os interesses do povo”, observa, Coronel.

Como todo bom brasileiro, o chefe da Alba, no final da manhã, fez uma pausa para assistir e comemorar a vitória da Seleção Brasileira frente ao México, por 2 a 0. “Estamos crescendo a cada jogo, dentro da competição. Isso é um sinal muito positivo e que nos faz acreditar ainda mais no hexa”, comentou.

 À tarde, Coronel retornou aos festejos do 2 de Julho. Participou de solenidade da Marinha do Brasil, no 2º Distrito Naval. E depois foi à chegada do Fogo Simbólico e do Carro do Caboclo e da Cabocla, no Campo Grande.